quarta-feira, 26 de março de 2014

Cálculo de Sub-redes (CCNA)

Bom galera,

Acredito que um assunto polêmico (não são mamilos kkk ) na área de redes é o cálculo de subredes e você pode perguntar para uns 10 analistas de redes que  cada um vai te ensinar uma forma diferente de calcular subnet.

Bom, pressupondo que você já tenha estudado cálculo binário e conversão de decimal para binário e hexadecimal  (vice-e-versa), além de conhecer as classes de IP e máscaras padrões (esses 2 vale dar uma relembrada nas principais):

Classe A       0 -----  127  máscara: 255.0.0.0 (rede.host.host.host) - 16 777 216 hosts válidos
Classe B     128----- 191  máscara 255.255.0.0 (rede.rede.host.host) - 65 536 hosts válidos
Classe C     192-----223   máscara 255.255.255.0 (rede.rede.rede.host) - 254 hosts válidos

Máscara de rede= valor de 32-bits, dividindo os bits, o endereço 255.255.255.224 ficaria assim:

11111111.11111111.11111111.11100000

Sendo que os valores de bits ligados (1) equivalem a rede e os válores de bits desligados (0) aos hosts.

Agora sabendo isso, subnet nada mais é do que pegar um endereço de rede comum e dividi-lo em diversas “redes menores” apenas manipulando a máscara de rede desse endereço ex:

O endereço 192.168.2.0 com a máscara citado acima 255.255.255.224 terá 6 sub-redes válidas (1º e última subrede não são utilizadas):

                  Rede                         range  válido                          broadcast

X              192.168.2.0       192.168.2.1----192.168.2.30      192.168.2.31
1°             192.168.2.32     192.168.2.33---192.168.2.62      192.168.2.63
2º             192.168.2.64     192.168.2.65---192.168.2.92      192.168.2.95
3º             192.168.2.96     192.168.2.97---192.168.2.126    192.168.2.127
4º             192.168.2.128   192.168.2.129---192.168.2.159  192.168.2.159
5º             192.168.2.160   192.168.2.161---192.168.2.190  192.168.2.191
6º             192.168.2.192   192.168.2.193---192.168.2.222  192.168.2.223    
X             192.168.2.224    192.168.2.225---192.168.2.254 192.168.2.255

O primeiro passo para entender a tabela acima é descobrir de quanto em quanto a máscara /27 (255.255.255.224) “pula” (intervalo entre as subredes) e para isso você faz o seguinte cálculo:

Valor de um octeto cheio (256) - valor do octeto desligado (224) ou seja : 256 – 224 = 32
Ou seja, o intervalo é de 32 em 32.

Mas e se fosse uma classe B por exemplo?

Ex. /22 (255.255.252.0)

Mesmo cálculo 256-252= 4

Ficaria mais ou menos assim:
                     Rede                     range válido                         broadcast

X           172.168.0.0  172.168.0.1---172.168.3.254    172.168.3.255
1º           172.168.4.0  172.168.4.1---172.168.7.254    172.168.7.255
2º           172.168.8.0  172.168.8.1---172.168.8.254    172.168.8.255

 E assim em diante.

Agora vamos tornar as coisas mais práticas e focar no que a prova do CCNA pede:

a) Quantas sub-redes: 2x – 2 = quantidade de sub-redes, onde “x” é o número de bits “ligados” ou número de “1s” do octeto.

b) Quantos hosts válidos por sub-rede: 2x – 2 = quantidade de hosts válidos, onde “x” é o número de host, ou o número de “0s” do octeto.

c) Sub-redes válidas: sabendo qual o valor do intervalo das sub-redes, fica fácil identificar no nosso primeiro exemplo:

                  Rede                         range  válido                          broadcast

X              192.168.2.0       192.168.2.1----192.168.2.30      192.168.2.31
1°             192.168.2.32     192.168.2.33---192.168.2.62      192.168.2.63
2º             192.168.2.64     192.168.2.65---192.168.2.92      192.168.2.95
3º             192.168.2.96     192.168.2.97---192.168.2.126    192.168.2.127
4º             192.168.2.128   192.168.2.129---192.168.2.159  192.168.2.159
5º             192.168.2.160   192.168.2.161---192.168.2.190  192.168.2.191
6º             192.168.2.192   192.168.2.193---192.168.2.222  192.168.2.223    
X             192.168.2.224    192.168.2.225---192.168.2.254  192.168.2.255

 Obs. a primeira sub-rede e  a última não são utilizadas (só serão utilizados quando o IP subnet zero estiver habilitado).

d) O broadcast para alguma sub-rede especifica: O broadcast seria o valor anterior ao valor da próxima sub-rede ex. broadcast da 1º sub-rede válida do endereço 192.168.2.0/27:

                  Rede                         range  válido                          broadcast

X              192.168.2.0       192.168.2.1----192.168.2.30      192.168.2.31
1°             192.168.2.32     192.168.2.33---192.168.2.62      192.168.2.63


e)Range válido: ex. o range válido da 1º sub-rede válida do nosso exemplo:

                  Rede                         range  válido                          broadcast

X              192.168.2.0       192.168.2.1----192.168.2.30      192.168.2.31
1°             192.168.2.32     192.168.2.33---192.168.2.62      192.168.2.63


Pronto, agora ficou fácil de calcular subrede.

Para fixar, estou disponibilizando um caderno de exercícios que me ajudou a aprender tudo isso, são duas versões, uma pra estudante e outra com as respostas:

https://mega.co.nz/#!Gp5VxKjC!eMoJUtQe6ZCFt97e1XlnUKnHX3LjonQbPvafyEquAyY

Além disso, uma boa dica é praticar pelo site:

http://www.subnettingquestions.com/

São diversos exercícios de sub-rede aleatórios, muito bom para praticar (aconselho fazer pelo menos 10 por dia para se preparar pra prova).
Abraço

Um comentário:

  1. Boa tarde, o link com o caderno de exercícios está off, ainda tem ele?

    ResponderExcluir